N√ļcleo Softex Campinas

Home Incubadora Regimento Interno
Regime Interno
√ćndice do Artigo
Regime Interno
P√°gina 2
P√°gina 3
P√°gina 4
Todas P√°ginas
PROJETO ALAVANCA - REGIMENTO INTERNO

OBJETIVOS
1
PROJETO ALAVANCA √© um programa da Associa√ß√£o Sociedade N√öCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS para a constitui√ß√£o de uma incubadora de empresas, nomeada como Projeto Alavanca, em aten√ß√£o ao disposto pelo inciso I, do Art. 2¬ļ, dos Estatutos Sociais desta entidade, com o objetivo de criar instrumentos que possibilitem promover novos empreendimentos, orientando-os para a cria√ß√£o e consolida√ß√£o de empresas de base tecnol√≥gica na √°rea de Tecnologia da Informa√ß√£o, especialmente voltadas para o desenvolvimento de programas de computador destinados ao mercado externo e dom√©stico.

2
Os instrumentos usados pelo Projeto Alavanca para promover os novos empreendimentos a que se destina será o uso dos mecanismos de incentivo aos quais a entidade tem acesso e os recursos computacionais e administrativos da Associação, alocados para as empresas que se qualifiquem como receptoras daqueles, nas formas dispostas por este Regimento.
2.1
A Associação alocará os seus recursos para o Projeto Alavanca sempre de modo a não prejudicar a sua capacidade de atender às outras modalidades de apoio a que se destina, previstas nos seus Estatutos Sociais.

DA ADMINISTRAÇÃO
DO CONSELHO CURADOR

3
Projeto Alavanca é orientado pelo Conselho Curador da ASSOCIAÇÃO NÚCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS, auxiliado pelo Comitê Técnico e dirigido administrativamente pelo GERENTE EXECUTIVO do Projeto Alavanca, indicado e investido nos poderes específicos para tal administração, de acordo com este Regimento, pelo Conselho Curador.

4
Gerente Executivo do Projeto Alavanca será nomeado em reunião do Conselho Curador para um mandato de 2 anos, podendo, ao término do mandato, ser reconduzido a seu cargo quantas vezes o Conselho Curador deliberar a respeito.

5
Compete privativamente ao Conselho Curador do N√öCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS:
5.1 Analisar as propostas e aprovar a participação dos Empreendedores na incubadora do Projeto Alavanca e demais fatos relevantes a sua permanência, ouvido o Comitê Técnico;
5.2 Analisar os Relat√≥rios do Gerente Executivo sobre o desempenho de cada usu√°ria e sobre os resultados de cada exerc√≠cio e aprovar o Relat√≥rio Anual das Atividades e Realiza√ß√Ķes da Incubadora do Projeto Alavanca.
5.3 Receber, propor, discutir e aprovar, no in√≠cio de cada exerc√≠cio financeiro, a programa√ß√£o, metas gerais e espec√≠ficas e or√ßamento, bem como fiscalizar sua execu√ß√£o e manifestar-se sobre as eventuais altera√ß√Ķes;
5.4 Reformar, rever, no todo ou em parte o presente Regimento Interno, em reuni√Ķes espec√≠ficas para este fim, dentro dos limites dos Estatutos Sociais e do Regimento Interno da Associa√ß√£o N√öCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS.

6
Conselho Curador tratar√° das a√ß√Ķes que dependam de sua interven√ß√£o ou aprova√ß√£o, na forma deste regimento interno, em suas reuni√Ķes regulares ou extraordin√°rias, de forma cumulativa aos demais assuntos da Entidade.
6.1 quando as circunst√Ęncias o exigirem, poder√° o Conselho Curador ser convocado pelo Secret√°rio Geral da Entidade, a pedido do Gerente Executivo da incubadora, exclusivamente para deliberar sobre assunto relativo ao Projeto Alavanca na forma estabelecida pelo Estatutos e Regimentos da Entidade.

DA GERÊNCIA EXECUTIVA
7
A gerência executiva do Projeto alavanca será ocupada por um gerente executivo subordinado a Secretaria Executiva da Associação Sociedade NÚCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS, e ao Conselho Curador, nomeado na forma do art. 4.

Compete a Gerência Executiva:
8.1 Administrar a Incubadora do Projeto Alavanca, respeitando os Estatutos Sociais e o Regimento interno da Associação Sociedade NÚCLEO SOFTEX-2000 CAMPINAS, bem como o disposto neste Regimento.
8.2 Sugerir ao Conselho Curador as altera√ß√Ķes deste Regimento e do funcionamento da incubadora.
8.3 Apresentar as informa√ß√Ķes necess√°rias ao Secret√°rio Administrativo Financeiro a fim de serem feitos os balancetes mensais e ao Conselho Curador os balancetes trimestrais e anuais da entidade
8.4 Apresentar ao Conselho Curador, na mesma ocasião da apresentação de contas gerais da entidade pelo Secretário Geral, a prestação de contas relativas ao fim de cada exercício.
8.5 Apresentar ao Conselho Curador proposta orçamentária para o Exercício seguinte com indicação das atividades e planos de trabalho a serem desenvolvidos
8.6 Zelar pela conservação dos bens alocados às usuárias.
8.7 Arquivar e zelar por toda a documentação específica do Projeto Alavanca.
8.8 Promover e representar, em conjunto com a Secretaria Executiva da Entidade, a Incubadora do Projeto Alavanca em eventos afins.
8.9 Coordenar e acompanhar os projetos de participação na Incubadora do Projeto Alavanca das usuárias, instruindo sobre as exigências, distribuindo processos para avaliação do mérito e preparando pareceres técnicos, em conjunto com o Secretário de Tecnologia da Entidade, para a aprovação do Conselho Curador.
8.10 Divulgar, em conjunto com a Secretaria Executiva da Entidade, as atividades da Incubadora do Projeto Alavanca.
8.11 Elaborar Relatórios Anuais das atividades do Projeto Alavanca, ou, a qualquer tempo, sempre que solicitado pelo Conselho Curador.
8.12 Receber e encaminhar ao Secret√°rio Geral as propostas de entidades interessadas em participar do Projeto Alavanca.



Newsletter

Receba novidades do N√ļcleo Softex Campinas em seu email.

Nome:

E-mail:

Enquete

O que você achou do site da Softex Campinas?
 
Todos os Direitos Reservados © 2011 Softex Núcleo Campinas.